Mercúrio no céu matutino.

A proximidade de Mercúrio ao Sol torna desafiadora a tarefa de observar o menor planeta do Sistema Solar. Quase sempre perdido em meio ao clarão da aurora ou do entardecer, o pequeno Mercúrio dificulta a vida de seus observadores, que precisam esperar pelas ocasiões em que o planeta atinge seu máximo afastamento do Sol.

Vênus e Mercúrio antecedendo a aurora na manhã de 23/07/2020.
[simulação: Stellarium v 0.20.0]

Mas o rápido movimento orbital de Mercúrio, que completa uma órbita em torno do Sol em apenas 88 dias, faz com que sejam breves esses períodos favoráveis à sua observação. A semana de 19 a 26 de julho (2020) é um destes períodos, com Mercúrio surgindo no horizonte leste pouco antes do nascer do Sol. Aproveite a ocasião para ver Mercúrio acompanhado de Vênus antecedendo os primeiros raios da aurora. Mas se não conseguimos convencer você a acordar antes do nascer do Sol neste inverno, a próxima janela favorável à observação é mais confortável: ao redor do dia 1º de outubro, quando o planeta estará no horizonte oeste ao pôr do Sol.

Enquanto isso, aproveite para buscar o cometa C/2020 F3 NEOWISE após o pôr do Sol. Publicamos um guia completo para você não perder nada aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *