O cometa NEOWISE vem aí! Você está pronto para observá-lo?

Cometa C/2020 F3 (NEOWISE) sobre Utah (EUA) em 09/07/2020 [créditos: NASA/Bill Dunford]

Um cometa descoberto em 27 de março de 2020 em imagens do telescópio espacial infravermelho NEOWISE tem impressionado observadores no hemisfério norte. É impossível garantir que ele continue visível a olho nu pelas próximas semanas, mas a partir de 24 de julho ele vai estar alto o suficiente no céu após o pôr do Sol para permitir que, no pior dos casos, seja visto através de binóculos no hemisfério sul.

O cometa C/2020 F3 NEOWISE evoluiu de maneira impressionante a partir do final do mês de junho e se tornou um objeto visível a olho nu pouco antes do nascer do Sol (para observadores no hemisfério norte). Sua exuberante cauda amarela formada pela poeira refletindo a luz do Sol tem proporcionado um verdadeiro espetáculo no mês de julho e uma cauda iônica tem sido registrada fotograficamente. Mas antes do fim de julho sua posição é desfavorável para observadores ao sul da linha do equador, permanecendo ofuscado no brilho do Sol nascente.

Cometa C/2020 F3 NEOWISE observado pelo telescópio espacial Parker Solar Probe em 05/07/2020. [Créditos: NASA/Johns Hopkins APL/Naval Research Lab/Parker Solar Probe/Brendan Gallagher]

Apenas na última semana de julho as condições passam a favorecer os observadores no hemisfério austral, quando o C/2020 F3 se posiciona sobre o horizonte noroeste após o pôr do Sol. Apesar do NEOWISE já estar se afastando do Sol, sua máxima aproximação com a Terra acontece no dia 23 de julho o que alimenta esperanças de que ele ainda possa ser visto a olho nu. Mas mesmo no pior caso, teremos um cometa observável com binóculos e pequenos telescópios e vamos mostrar onde você pode encontrá-lo!

Posição do Cometa c/2020 F3 (NEOWISE) após o pôr do Sol de 23 a 31 de Julho, para a latitude de São Paulo. [arte: Natália Palivanas/Céu Profundo, sobre simulação do Stellarium]

Para encontrar o NEOWISE, olhe na direção NOROESTE após o pôr do Sol. Nos dias 23 e 24, com o cometa ainda muito próximo ao horizonte, a observação pode ser bastante desafiadora. As chances de encontrá-lo aumentam a partir do dia 25, quando, apesar de se esperar que seu brilho comece a decair, o NEOWISE permanecerá mais tempo no céu após o pôr do Sol. Binóculos são os instrumentos ideais para a busca de objetos difusos como os cometas. Seu campo de visão é grande e as imagens proporcionadas são brilhantes. Caso tenha um à disposição, não deixe de usá-lo.

O diagrama acima mostra a posição aparente do cometa em relação as estrelas. Se não estiver familiarizado com as constelações, use seu aplicativo preferido para se localizar. Identifique primeiro a constelação de Leão e a partir dela siga as indicações em nosso mapa.

Ao longo da semana atualizaremos esse post com informações sobre a evolução do cometa e a variação de seu brilho. Fique de olho aqui e em nossas redes sociais e não perca nenhuma novidade sobre o cometa C/2020 F3 (NEOWISE)!

www.twitter.com/ceuprofundo

www.instagram.com/ceuprofundo

ATUALIZAÇÃO (19/jul/2020): O brilho do cometa segue caindo. A magnitude estimada é 3 (ainda visível a olho nu de locais escuros). Recomendamos enfaticamente o uso de binóculos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *